Qual a diferença entre Chinês, Mandarim e Cantonês?

Ouvimos sempre falar do idioma Chinês. Mas também do Mandarim. Qual a diferença? Está correto usar ambos os termos dessa forma? Sim e não.

Chinês

O Chinês (中文 Zhōngwén) na verdade é um grupo (família linguística) com 10 variedades de idiomas, muitos nos quais não possuem qualquer relação um com o outro. Exemplos ocidentais semelhantes são os idiomas germânicos, idiomas romanos, etc. Existem semelhanças em palavras, mas por exemplo, um falante de português não entende naturalmente italiano.

As variedades de Chinês diferenciam-se principalmente foneticamente, mas também há variação de vocabulário e sintaxe.

Idiomas do grupo:

  • Mandarim
  • Wu
  • Gan
  • Xiang
  • Min
  • Hakka
  • Yue
  • Jin
  • Huizhou
  • Pingua

Além disso, cada um desses idiomas possui diversos dialetos. Um exemplo comparativo é o Português brasileiro e o Português de Portugal.

Mandarim

O Mandarim é o idioma oficial da China e Taiwan, além de ser um dos idiomas oficiais de Singapura. Possui diversos dialetos (como o exemplo do Brasil e Portugal), porém o dialeto de Pequim é considerado o oficial, também chamado de Chinês Padrão (普通話 / 普通话 Pǔtōnghuà). O Chinês Padrão é o que abordei nos meus posts até agora. É o que possui 4 tons e usa pinyin para romanização. A gramática que abordarei também é do Chinês Padrão.

Cantonês

Cantonês é um dialeto do chinês Yue. É o idioma oficial de Hong Kong e Macau. Para ter uma ideia em relação às diferenças com o Mandarim, o Cantonês possui 6 tons e usa romanização Yale (que não tem qualquer relação com pinyin). Ao aprender Mandarim você entenderá o Cantonês escrito — felizmente a escrita é a mesma — porém não terá nenhuma noção de uma conversa em Cantonês, para você ver a complexidade e variedade do idioma “Chinês”. Assim, se você for para Hong Kong terá que se comunicar trocando mensagens ou bilhetes.

É correto alternar entre os termos Chinês e Mandarim num mesmo contexto?

Sim! Afinal o Mandarim é um dos idiomas do Chinês. Além de ser conhecido como o “Chinês Padrão”. Logo é perfeitamente natural alternar entre os termos ao tratar sobre o idioma.

Só que ao mesmo tempo pode ser confuso, pois caso você esteja abordando Mandarim e Cantonês (ou até mesmo outros idiomas do grupo) ficará difícil entender a qual idioma específico você está se referindo ao usar o termo “chinês”. Assim caso você aborde mais de um idioma, use o nome específico.

Texto também publicado no blog: http://aprenderchines.com.br/qual-a-diferenca-entre-chines-mandarim-e-cantones/

Acompanhe: BlogFacebook Twitter Medium

Autistic Savant software engineer with 25 years of development experience. By night, a game developer and artist.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store